Como a geração Z consome conteúdo

3 minutos para ler

Nativos da internet, a Geração Z desconhece outra forma de viver sem um celular, tablet ou computador em mãos. Essa galera nasceu entre os anos de 1990 a 2000 e hoje são jovens e adultos que desenvolveram uma forma particular de consumir e produzir conteúdo para a internet. 

Com uma cabeça mais aberta, essa geração tem consciência da força e poder de influência da sua voz. E usam, sem vergonha, sem moderação e com muita emoção. É a geração que mais produz conteúdo e agora estão migrando para TV, cinema, podcast e se tornando líderes em grandes setores. 

Para eles o futuro já passou, não tem essa de carros voadores ou roupa prateada. Aliás, se você aí tem essa idealização de futuro, saiba que está ultrapassado!  Eles usam a tecnologia de maneira mais humanizada que seus pais, e entendem que a internet é apenas um via para divulgar e potencializar suas ideias. É a tal geração dos influenciadores, tiktokers e produtores independentes. E consumidores assíduos de memes, isso mesmo: memes!

Para Geração Z o entretenimento, humor e informação andam de mãos dadas. Até pautas como política e notícias internacionais são motivos para os memes e brincadeiras. Se liga desse meme produzidos recentemente por conta do  navio encalhado no Canal de Suez:

O olhar mais despojado e o famoso “rir da cara do perigo” são características dessa geração. Tudo que é muito engessado não desperta o interesse deles. Mas e agora? O que fazer para conversar com uma geração inteira que brinca com as regras e tradições? Entra na dança, literalmente! 

E pensa numa geração sem medo de exposição, eles são nativos. Para essa geração a fotografia tem outro significado, gravar vídeo não é coisa de televisão ou programas de TV. Para ele é apenas uma maneira de conversar, de trocar ideias e aprender.

Essa geração consome conteúdo assim, rápido, divertido e é assim também que eles aprendem. Por meio de documentários, podcast, audiobook, tudo muito dinâmico. Então, se o seu produto, marca ou persona quer bater um papo com essa geração a dica é clara: descomplique tudo!  

via GIPHY

E a melhor maneira para entendê-los é mergulhando na realidade deles e consumindo os conteúdos que eles consomem. Então, você aí, baixe o Tiktok e deixe o resto com o algoritmo. =) 

Também vale estudar como os grandes influenciadores e ver como eles se posicionam. Além disso, estude como outras marcas trabalham com essa galera! 

Posts relacionados

Deixe um comentário